quarta-feira, 23 de abril de 2014

Desafio: 30 dias, 30 contos (Parte 2)


Hoje é dia de falar sobre o desafio de 30 contos em 30 dias (pra quem ainda não viu eu o lancei aqui e falei sobre a primeira parte aqui). Vou falar sobre 8 contos que li, desde o dia 14 até ontem; dessa forma eu cheguei à metade do projeto.
Vamos aos contos?

8º Dia (14 de Abril): As Competições de Cowlick - Richard Kennedy (Livro Foras da Lei Barulhentos...)
Um grupo de forasteiros invadem uma cidade para saqueá-la e um menino tenta despistá-los enquanto o xerife e os outros policiais voltam da pescaria.
Não sei o que falar desse conto. Esse livro é de contos infanto-juvenis. Não me lembro direito mas acho que nem quando eu tinha uns 9 anos eu gostaria de um conto como esse... Tão zzzzz.... =/

9º Dia (15 de Abril): Vendidos Separadamente - Jon Scieszka (Livro Foras da Lei Barulhentos...)
Conto escrito a partir de propagandas norte-americanas (que quando possível foram adaptadas às brasileiras) e bordões da história dos Estados Unidos.
Eu imagino e espero que os americanos tenham entendido o que se passa, visualizando as cenas das propagandas e bordões e haja algum motivo para isso ter sido publicado. Para mim não passou de um amontoado de palavras jogadas, sem sentido algum. Sério mesmo, se puder ler, para entender o que estou dizendo... NÃO FAZ SENTIDO!

10º Dia (16 de Abril): O Terceiro Desejo de Seymour - Sam Swope (Livro Foras da Lei Barulhentos...)
Seymour é filho de uma ogra que odeia crianças - inclusive o próprio filho - mas ama gatos. Certo dia ele captura um duende que deve conceder-lhe 3 desejos. Não é difícil imaginar qual será esse terceiro desejo de Seymour, mas mesmo assim o conto é legalzinho, principalmente se comparado aos 2 anteriores... Nada demais, nada de profundo, nada de nada. Apenas uma historinha pra passar o tempo...


11º Dia (17 de Abril): Grimble - Clement Freud (Livro Foras da Lei Barulhentos...)
Grimble é um menino de aproximadamente 10 anos que vive sua rotina normalmente, até o dia em que seus pais viajam para o Peru, deixando apenas bilhetes para ele conseguir se virar até que voltem.
Achei o conto bem gostoso de ler, é o mais longo do livro todo (39 páginas). Fiquei o tempo todo curiosa querendo saber o que os pais dele estavam fazendo no Peru e o propósito de tudo. Achei o final confuso, não consegui entender (hauahuah) e nem sei se tem algo a ser entendido... mesmo assim gostei :)

12º Dia (18 de Abril): Spoony-e & Spandy-3 contra as hordas roxas - James Kochalka (Livro Foras da Lei Barulhentos...)
É um quadrinho, sobre algo parecido com uma dupla - um bebê e um gato - de astronautas, em algum lugar do universo, lutando contra umas gosmas roxas. Entendeu? Nem eu.

13º Dia (19 de Abril): Pássaro-do-sol - Neil Gaiman (Livro Foras da Lei Barulhentos...)
Um grupo de excêntricos epicuristas (se você, assim como eu, não sabe o que é epicurismo, eis a explicação) com hábitos alimentares peculiares faz uma expedição ao Cairo para encontrar um prato que nunca apreciaram: o Pássaro do Sol. 
Tive altos e baixos com esse conto. Primeiro, minha expectativa estava alta, afinal estamos falando de um dos autores mais comentados dos últimos tempos. Quando comecei a leitura, e até a metade pro final, estava super entediada, achando sem pé nem cabeça (nunca li realismo fantástico, mas acho que esse conto se trata do gênero, por favor me corrijam se eu estiver errada) mas aí o negócio vai engrenando e o final é muito bom! Eu amei do final, achei totalmente inesperado e fascinante. 

14º Dia (20 de Abril): O Telefone da ACSE - Jeanne DuPrau (Livro Foras da Lei Barulhentos...)
Um garoto simples que adora andar em seus patins e não gosta de voltar para casa depois da escola encontra um celular em um parque. Ao tentar achar o dono, ele acaba fazendo uma ligação para um lugar estranho em uma frequência mais estranha ainda.
Tudo muda em sua vida quando ele encontra o responsável pelo telefone, que explica pra ele para que o celular serve e como deve ser usado.
Eu gostei. Achei diferente, criativo e a mensagem que passa é muito bonita e de utilidade pública.

15º Dia (21 de Abril): O Sexto Distrito - Jonathan SafranFoer (Livro Foras da Lei Barulhentos...)
Fala sobre a existência, no passado, de um sexto distrito na Cidade de Nova York e de como ele deixou de existir.
É um conto bonitinho, principalmente pra ser contado às crianças de Nova York,que poderão imaginar o que está sendo descrito com muito mais facilidade do que as que nunca viram NY ou o Central Park na vida - like me.

E essa foi a minha segunda e última semana de desafio. Isso mesmo, infelizmente eu não vou concluí-lo. Fica para outra oportunidade :)
Pra quem se interessou pelos contos, o livro é uma edição muito bonita da CosacNaify, que inclusive comprei pela capa - me apaixonei, ele tem uma jacket linda de morrer, mesmo não sendo capa dura; só não gostei muito da diagramação, mas não é nada para morrer de ódio...

6 comentários:

  1. Nossa adorei a tag, nunca tinha visto... amei beijão Cami <3

    http://olhardeumgaroto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Cah!
    Gostei bastante desse desafio de contos! Vez ou outra acabo encontrando algum ~de graça~na amazon e baixo pro app do kindle no celular (sou pobre bjs). Acho que eu teria a mesma reação que você em relação ao conto do 9º dia, já que é algo mais particular do país de origem... Dos que você citou, fiquei bem interessada no "O telefone de ACSE", gosto de coisas que me surpreendem :p

    Beijinhos,
    Blog Procurei em Sonhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii!
      O da ACSE é super legalzinho :)

      beijooo

      Excluir
  3. Esse desafio tá ótimo! São muitos contos, é realmente um desafio.
    Vc leu uns bens interessantes, gostei.
    Beeeijos!
    http://cookierobsten.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi legal fazê-lo mesmo, mas bem cansativo rss...

      Beijoooo

      Excluir